WhatsApp

(11) 97970-0276

SOLIDARIEDADE

ONG de Santo André disponibiliza “banho móvel” para pessoas em situação de rua

Voluntários do projeto “Banho que Abraça” atendem bairros das cidades de Santo André e São Bernardo do Campo

26/05/2020 20h21
Por: Carlos Garcia
Programa
Programa "Banho Que Abraça" leva banho para pessoas em situação de rua nos municípios de Santo André e São Bernardo do Campo - Imagem: Luci Nascimento, Presidente da Associação Innovaação Compartilhando Saberes
Pessoas em situação de rua, tem seu cabelo cortado por um dos seis voluntários do programa "Banho Que Abraça" - Imagem: Luci Nascimento, Presidente da Associação Innovaação Compartilhando Saberes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Criado com base no projeto de voluntários do Recife, capital de Pernambuco, o programa “Banho que Abraça” da ONG “Associação Innovaação Compartilhando Saberes”, iniciado em setembro de 2019, pela presidente da instituição, Luci Nascimento, disponibiliza o “banho móvel” para moradores de rua em bairros, situados nos municípios de Santo André e São Bernardo do Campo.

O objetivo da associação com este programa, único na região do Grande ABC, consiste em levar banho quente a pessoas nestas condições, por meio de uma picape, onde, em sua caçamba, possui caixa d’água, com o encanamento conectado ao trailer, para viabilizar o líquido potável, que é aquecido através de um gerador de energia elétrica, aos dois compartimentos de chuveiros, instalados no interior do reboque.

No instante em que as pessoas em situação de rua se aproximam do trailer, os seis voluntários que participam na linha de frente deste projeto, organizam as filas e distribuem produtos de higiene pessoal, como: sabonete, xampu, condicionador, desodorante, perfume, escova e creme dental, cotonete, absorvente, barbeador descartável e pente. Além de calçados, kits de roupas e peças íntimas novas ou usadas, todavia, completamente higienizados.

Segundo Luci, todos estes itens, são adquiridos através de doações e, a caixa d’água, que possui capacidade total de 1.000 litros, quantidade necessária para viabilizar 40 banhos aos sacomanos, é abastecida pela própria “Associação Innovaação”. As toalhas passam por um processo de lavagem e de esterilização, a fim de serem reutilizadas. Já as vestimentas, ficam em posse das pessoas nestas condições.

Os atendimentos são realizados todas as terças e sextas-feiras nos bairros, Tamarutaca e Sacadura Cabral em Santo André e Centro de São Bernardo do Campo.

Ainda de acordo com Nascimento, a razão de escolher o nome “Banho que Abraça”, tem a finalidade de não oferecer somente o banho, mas também, um abraço, carinho, aumento de autoestima, dignidade e respeito a estes indivíduos. “A gente oferece pra eles, muito mais do que um banho”, disse.

A presidente da Associação, relata que, antes e após o banho das pessoas em situação de rua, sempre conversam com eles e, nestes momentos, onde cada um conta sua história, formam uma amizade entre os sacomanos e voluntários do projeto.

“A reação deles é a melhor, porque eles sabem, eles conhecem a gente. Que a gente está ali, porque a gente quer o bem deles. O banho devolve a dignidade deles. Dentro do banheiro, tem espelho e agente dá barbeador descartável pra eles e, muitos deles, tiram as suas barbas dentro do chuveiro e, na hora que se olham, se descobrem, porque, faz muito tempo que não faz isso. Então, é muito diferente, quando eles entram no banho e quando eles saem. O sorriso de quando eles saem, é visível, é palpável. E eles descem agradecidos, eles gostam do banho”, afirmou Luci.

Em relação às histórias contadas pelas pessoas em situação de rua, Nascimento explica que seria um desrespeito a eles expô-las.

“Muitas histórias tristes e outras, terríveis. Mas, a gente não tem o direito de divulgar as histórias deles, porque, mesmo tendo mexido com a gente, as histórias são deles, não é a nossa”, disse.

Ela ainda lamenta o desprezo praticado por parte da sociedade, aos sacomanos e declara ser um privilégio, executar essa tarefa.

“Todo mundo merece ser bem tratado e, a população em situação de rua, é marginalizada pelas outras pessoas. É uma população esquecida, que as pessoas olham e atravessam a rua. Sentimos gratidão a Deus por termos o privilégio de fazer este trabalho”, finaliza.

A “Associação Innovaação Compartilhando os Saberes”, está localizada no bairro Jardim Ocara, município de Santo André e, sua finalidade, é favorecer a transformação de uma população de baixa renda, por meio do desenvolvimento humano, social e econômico.

 

Imagem: Luci Nascimento, Presidente da Associação Innovaação Compartilhando Saberes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem: Luci Nascimento, Presidente da Associação Innovaação Compartilhando Saberes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ele1 - Criar site de notícias