WhatsApp

(11) 97970-0276

ESTELIONATO

Casal é preso por aplicar golpes financeiros em leilões falsos pela internet

A dupla consegue subtrair das três últimas vítimas mais de R$ 150.000,00

17/03/2021 22h01
Por: Carlos Garcia
Aparelho celular, 1.000 Euros, 1.000 dólares e R$ 5.650 apreendidos na residência do casal - Imagem: Polícia Militar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta quarta-feira (17), Policiais do 6º BAEP (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) prendem casal na avenida Firestone, bairro Casa Branca, Santo André por aplicar golpes financeiros através site de leilões falsos, inseridos nas redes sociais.

De acordo com agentes, a dupla consegue subtrair, por meio transferências bancárias das três últimas vítimas R$ 152.743 no total.

O casal foi abordado dentro de um veículo, após a mulher de 32 anos, demonstrar nervosismo no instante em que percebeu a presença da viatura e, junto a ela, policiais encontraram 500 reais em espécie.

Conforme agentes, a suspeita não conseguiu informar a procedência do dinheiro. Todavia, ainda durante a interpelação, confessou que a importância adquirida era um, dos vários saques efetuados de sua conta, onde, uma das vítimas, depositou 82.000 reais, oriundos do golpe aplicado através de leilões falsos criados em sites e redes sociais.

O homem de 34 anos, abordado junto a mulher, afirmou à polícia que recolhia o montante e, a conta bancária dela, servia somente para coletar as verbas, originárias do crime cibernético. Ele relatou aos agentes a existência 1.000 euros, 1.000 dólares e 5.650 reais em sua residência, resultado das “comissões” ganhas com a atividade criminosa.

Segundo a P.M, ele mostrou comprovantes das transferências de 82.845 reais, referente a compra de um trator, outro de R$59.000 e mais um de R$10.900 feitos pelas três últimas vítimas, residentes dos Estados do Acre, Distrito Federal e da cidade de Londrina, interior do Paraná, respectivamente.

Através do serviço de inteligência, agentes contactaram as pessoas que pagaram pelos produtos falsos na internet e desconheciam a improcedência do site, são alertadas a cancelar as transferências e efetuar um boletim de ocorrência.  

O casal foi conduzido ao 6º Distrito Policial de Santo André e liberado em seguida por não se tratar de flagrante. Entretanto, os cônjuges serão investigados pelos crimes de lavagem de dinheiro e estelionato.

Os celulares e todo dinheiro encontrado na residência dos envolvidos estão apreendidos para auxiliar em apurações futuras, de acordo com agentes.

Ele1 - Criar site de notícias