WhatsApp

(11) 97970-0276

ESTELIONATO

Estelionatário é preso por saques ilegais do Auxílio Emergencial em S.B.C

Junto ao indivíduo, são apreendidos 49 cartões de banco clonados e R$ 5.510, entre outros objetos

18/04/2021 23h24
Por: Carlos Garcia
Envelopes para depósito, 49 cartões de banco, carteira, 02 aparelhos celulares, R$ 5.510 e chave de veículo, apreendidos junto ao estelionatário - Imagem: Polícia Militar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na manhã deste sábado (17), Policiais Militares do 6º Batalhão prendem estelionatário por realizar saques ilegais do Auxílio Emergencial em Agência da Caixa Econômica Federal, situada na Praça Giovanni Breda, bairro Assunção, São Bernardo do Campo.

Conforme agentes, são apreendidos junto ao indivíduo 49 cartões de banco clonados e 5.510 reais.

Policiais receberam denúncia emitida pelo COPOM durante patrulhamento, sobre movimentação suspeita de um rapaz, em terminais de uma Agência da Caixa e, ao chegarem no local, perceberam que ele efetuava saques com diversos cartões. O estelionatário se assustou com a presença da P.M, mas não resistiu a abordagem.

A fim de realizar a retirada do dinheiro, o indivíduo utilizava os dispositivos fraudados do Auxílio Emergencial, renda mínima disponibilizada pelo Governo Federal a pessoas sem, ou baixo rendimento mensal e, 24 deles estavam em seu poder no momento da interpelação.

Ainda durante abordagem, policiais encontraram 1.599 reais junto ao estelionatário. Posteriormente, informou para os P.Ms haver mais cartões e outro montante de cédulas dentro de um veículo.

No interior do automóvel, agentes localizaram mais 25 dispositivos clonados e a quantia de 3.911 reais, referente a outros saques, efetuados ilicitamente.

O valor retirado pelo estelionatário de 49 pessoas que receberiam este dinheiro, neste momento de sindemia, é de 5.510 reais. Além do dinheiro e dos cartões de banco, P.Ms apreenderam 02 aparelhos celulares, carteira, envelopes de depósito e chave de veículo.

Policiais conduziram o indivíduo para a Delegacia da Polícia Federal de São Bernardo do Campo, onde está preso, devido ao crime de Estelionato Mediante Fraude. De acordo com Artigo 171º a pena é de 01 a 05 anos. A reclusão pode aumentar em um terço, se a infração for praticada contra entidade de direito público, instituto de economia popular, de assistência social ou beneficência.

Últimas notícias
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias